quinta-feira, 25 de junho de 2009

Forever by my side

Sem muita segurança de estar fazendo certo, às vezes o poeta deixa fluir, para ver no que dá. É como aconteceu no poema Forever by my side. Quando os versos tomaram forma, quase que por vontade própria, não pareceu justo mantê-los escondidos. Aí, para orgulho, caso esteja compreensível, ou para vergonha, caso esteja mal escrito, decidiu-se publicar o poema, e deixar que o público decida.

Agora, o poema está à disposição no Literatura Errante. No Verso Errante.