sábado, 23 de janeiro de 2010

Roçar

Quem nunca ansiou por um encontro de lábios? Quem nunca desejou o suave atrito das bocas, das peles, dos corpos... Quem já experimentou o Roçar das almas?

Agora, o poema está à disposição no Literatura Errante. No Verso Errante.